Notícias

COVID-19 | Autarquia de Sintra continua a apoiar IPSS

A Câmara Municipal de Sintra mantém o apoio às Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho com a distribuição de equipamentos de proteção individual, para fazer face ao surto da COVID-19.

A entrega do material pretende auxiliar estas instituições, parceiras importantes no suporte social a famílias e grupos de risco, e proporcionar aos seus profissionais e utentes o nível de proteção adequado.

Desde março de 2020 e até ao momento, foi contabilizada a entrega dos seguintes equipamentos e materiais de proteção a diversas instituições do concelho: mais de 262.000 máscaras e cerca de 224.500 luvas, mais de 1.700 viseiras, cerca de 4.000 batas descartáveis e mais de 3400 litros de gel desinfetante. Procedeu-se ainda à distribuição de cerca de 60 dispensadores de gel desinfetante, perto de 3.000 fatos completos, 170 óculos de proteção e mais de 2.200 protetores de sapatos, mais de 2.000 toucas e cerca de 100 termómetros.

Além do material de proteção, a autarquia de Sintra disponibiliza ainda a estas instituições, por via dos serviços municipais, a desinfeção de veículos e edifícios sempre que identificada a necessidade.

Estas medidas decorrem da implementação, no município de Sintra, do Plano Contingência para a infeção por COVID-19 que tem por objetivo acompanhar a evolução da propagação do Coronavírus, antecipando e atuando com medidas preventivas, garantindo as atividades essenciais e prioritárias no município, bem como apoiar as populações.

COVID-19 | Autarquia de Sintra continua a apoiar IPSS

Não publicado

A Câmara Municipal de Sintra mantém o apoio às Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho com a distribuição de equipamentos de proteção individual, para fazer face ao surto da COVID-19.

A entrega do material pretende auxiliar estas instituições, parceiras importantes no suporte social a famílias e grupos de risco, e proporcionar aos seus profissionais e utentes o nível de proteção adequado.

Desde março de 2020 e até ao momento, foi contabilizada a entrega dos seguintes equipamentos e materiais de proteção a diversas instituições do concelho: mais de 262.000 máscaras e cerca de 224.500 luvas, mais de 1.700 viseiras, cerca de 4.000 batas descartáveis e mais de 3400 litros de gel desinfetante. Procedeu-se ainda à distribuição de cerca de 60 dispensadores de gel desinfetante, perto de 3.000 fatos completos, 170 óculos de proteção e mais de 2.200 protetores de sapatos, mais de 2.000 toucas e cerca de 100 termómetros.

Além do material de proteção, a autarquia de Sintra disponibiliza ainda a estas instituições, por via dos serviços municipais, a desinfeção de veículos e edifícios sempre que identificada a necessidade.

Estas medidas decorrem da implementação, no município de Sintra, do Plano Contingência para a infeção por COVID-19 que tem por objetivo acompanhar a evolução da propagação do Coronavírus, antecipando e atuando com medidas preventivas, garantindo as atividades essenciais e prioritárias no município, bem como apoiar as populações.

COVID-19 | Sintra mantém ativos serviços de desinfeção de veículos, edifícios e espaço público

A Câmara Municipal de Sintra continua a efetuar os serviços de lavagem e descontaminação do espaço público, veículos e edifícios, numa medida implementada para prevenção e combate ao surto de Covid-19.

Até ao momento, os serviços municipais já procederam à desinfeção de 3897 viaturas , onde se inclui uma frota da PSP e GNR, táxis, autocarros, a frota da Segurança Social, as ambulâncias das Corporações de Bombeiros dos concelhos de Sintra e Amadora, etc.

O protocolo de descontaminação de veículo de emergência segue as regras específicas e garantias de que os veículos fiquem aptos para voltar ao serviço, mantendo assim a segurança do transporte de pacientes, para pacientes e pacientes.

No que respeita ao espaço público, os serviços da autarquia já procederam à lavagem e desinfeção de cerca de 2395 km , que incluem faixas de rodagem, passeios, mobiliário urbano, contentorização e paragens de autocarros, etc, privilegiando os locais de grande concentração pessoas.

Foram ainda realizados mais de  1900  ações de desinfeção em edifícios, entre os quais edifícios públicos, esquadras, mercados, escolas, creches, lares, residenciais, casas de repouso, centros de dia, cemitérios, empresas, entre outros.

Estas intervenções decorrem no âmbito da implementação, no município de Sintra, do Plano Contingência para um COVID-19, através do intencional acompanhamento a evolução da propagação do Coronavírus, antecipando e atuando com medidas preventivas garantindo como atividades essenciais e prioritárias no município, bem como apoiar como populações.

COVID-19 | Sintra mantém desinfeção de espaço público, edifícios e viaturas

A Câmara Municipal de Sintra mantém ativos os serviços de desinfeção do espaço público, de edifícios e de diversas viaturas, como ambulâncias e frota da GNR e PSP. Estas ações estão incluídas num conjunto de medidas para prevenção e combate ao surto de COVID-19.

Os serviços técnicos da autarquia dão continuidade à desinfeção e higienização do espaço público, de edifícios e viaturas. Até ao momento, as equipas procederam à lavagem e desinfeção de cerca de 2.372 km do espaço público, nomeadamente de faixas de rodagem, passeios, mobiliário urbano, contentorização e paragens de autocarros.

Foram também efetuadas, 1890 intervenções de desinfeção em edifícios municipais, esquadras da PSP e GNR, mercados, escolas, creches, lares, residenciais, casas de repouso, centros de dia, cemitérios e outros edifícios de utilização pública.

No que concerne à desinfeção de viaturas, foram até agora desinfetadas cerca de 3804 viaturas, onde se inclui frota da PSP e GNR, táxis, autocarros, a frota da Segurança Social, as ambulâncias das Corporações de Bombeiros dos concelhos de Sintra e Amadora etc.

Estas intervenções decorrem da implementação, do Plano Contingência para a infeção de COVID-19, no município de Sintra. Esta é a forma encontrada pela autarquia, para acompanhar a evolução da propagação do Coronavírus, antecipando e atuando com medidas preventivas garantindo as atividades essenciais e prioritárias no município, bem como apoiar as populações.

COVID-19 | Renovação do Estado de Emergência

O Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira o decreto que regulamenta a continuação do estado de emergência em todo o território continental, entre as 00h00 do dia 8 de janeiro e as 23h59 do dia 15 de janeiro.

O Governo decidiu estender as regras atualmente em vigor no combate à pandemia Covid-19 no território continental, no âmbito do novo estado de emergência, determinando ainda uma medida cautelar no próximo fim de semana para os concelhos com maior risco, com mais de 240 casos por 100 mil habitantes, no qual se inclui Sintra.

Esta medida inclui a proibição de circulação entre concelhos e o recolher obrigatório a partir das 13h00 e até às 05h00 do dia seguinte durante o próximo fim de semana.

Foi, então, decidido:

  • estender aos concelhos em risco elevado a proibição de circulação na via pública a partir das 13h00 no fim-de-semana de 9 e 10 de janeiro;
  • aplicar a todo o território nacional continental a proibição de circulação entre concelhos entre as 23h00 do dia 8 de janeiro e as 05h00 do dia 11 de janeiro de 2021, salvo por motivos de saúde, de urgência imperiosa ou outros especificamente previstos.

Tendo por base a reavaliação da situação epidemiológica no país, o Conselho de Ministros atualizou a lista dos concelhos de risco.

Saiba mais AQUI

TEMPO FRIO | Queima de resíduos plásticos nocivos

Com a descida das temperaturas que se faz sentir recorre-se normalmente a lareiras, salamandras, recuperadores ou fogueiras a céu aberto como fonte de aquecimento, queimando, por vezes, resíduos com componentes plásticos que têm um efeito nocivo no meio ambiente e na saúde pública.

A queima de materiais com plástico, cuja substância principal da sua composição é o petróleo, quer seja de pequenas embalagens, cartões/papel plastificados, ou mesmo madeiras usadas com tintas ou materiais conservantes, libertam na atmosfera diversas substâncias nocivas.

A queima incontrolada característica das lareiras, salamandras, recuperadores de calor ou fogueiras constituí uma séria ameaça à vegetação, à saúde humana e animal, e ao ambiente no seu todo. Uma simples queima de pequenas quantidades de resíduos plásticos torna-se facilmente numa forte contaminação ambiental, provocando o agravamento do efeito de estufa e do aquecimento global.

É de salientar, ainda, que muitas destas substâncias são nocivas não só ao meio ambiente, mas também à saúde da população para além de serem cancerígenas, provocam danos no sistema nervoso, causam perturbações ao nível da tiróide e do sistema respiratório.

COVID-19 | Sintra mantém desinfeção de espaço público, edifícios e viaturas

A Câmara Municipal de Sintra mantém ativos os serviços de desinfeção de viaturas, edifícios e espaço público de forma a reduzir o risco de contágio por COVID-19.

Os serviços técnicos da autarquia dão continuidade à desinfeção e higienização de viaturas, edifícios e espaço público. Até ao momento, estas equipas já procederam à lavagem e desinfeção de cerca de 2.350 km de espaço público, nomeadamente de faixas de rodagem, passeios, mobiliário urbano, contentorização, paragens e autocarros.

No que respeita à desinfeção de viaturas, de abril até à presente data já se contabilizaram 3777 viaturas higienizadas e desinfetadas. Este é um serviço da autarquia que presta apoio adicional às forças de segurança, táxis, entidades de resposta social e Corporações de Bombeiros dos concelhos de Sintra e Amadora, entre outros.

Foram ainda realizadas 1862 intervenções de desinfeção em edifícios públicos, esquadras, mercados, escolas, creches, lares, residenciais, casas de repouso, centros de dia, cemitérios, empresas, etc.

Estas intervenções decorrem no âmbito da implementação, no município de Sintra, do Plano Contingência para a COVID-19, através do qual se pretende
acompanhar a evolução da propagação do Coronavírus, antecipando e atuando com medidas preventivas garantindo as atividades essenciais e prioritárias no município, bem como apoiar as populações.

COVID-19|Novas regras para o período de Ano Novo

O Governo aprovou a prorrogação do estado de emergência, em todo o território continental, no período entre as 00h00 do dia 24 de dezembro e as 23h59 do dia 7 de janeiro e com novas regras para o período de Ano Novo.

O Conselho de Ministros realizado esta quinta-feira, decidiu aplicar a proibição de circulação na via pública a partir das 23h00 do dia 31 de dezembro, e nos dias 1, 2 e 3 de janeiro a partir das 13h00.

Os horários de funcionamento dos restaurantes em Portugal Continental também foram revistos, sendo que no dia 31 de dezembro o funcionamento é permitido até às 22h30. Já nos dias 1, 2 e 3 de janeiro podem funcionar até às 13h00, exceto para entregas ao domicílio.

O Conselho de Ministros, tendo por base a reavaliação da situação epidemiológica no país, atualizou a lista dos concelhos de risco, manteve as regras anteriormente definidas para o período do Natal e procedeu ao agravamento das medidas para o período do Ano Novo.

Assim, ficou decidido:

  • aplicar a proibição de circulação na via pública a partir das 23h00 do dia 31 de dezembro, e nos dias 1, 2 e 3 de janeiro a partir das 13h00
  • manutenção da proibição de circulação entre concelhos entre as 00h00 do dia 31 de dezembro de 2020 e as 05h00 do dia 4 de janeiro de 2021, salvo por motivos de saúde, de urgência imperiosa ou outros especificamente previstos;
  • rever os horários de funcionamento dos restaurantes, em todo o território continental, estabelecendo-se que, no dia 31 de dezembro, o funcionamento é permitido até às 22h30; e nos dias 1, 2 e 3 de janeiro até às 13h00, exceto para entregas ao domicílio.

Leia AQUI o comunicado na íntegra.

AVISO | Simulacro de acidente irá cortar trânsito na A16

O troço entre o nó do Autódromo do Estoril e o Nó de Ranholas na A16, sentido Cascais-Sintra, vai ser alvo de um simulacro de acidente de viação, no dia 19 de dezembro, causando o corte do trânsito entre as 13h00 e as 17h00.

O simulacro tem como objetivo treinar o desempenho dos diversos intervenientes na otimização do desencarceramento e combate a incêndios em veículos de matérias perigosas, sendo para isso criado um cenário complexo de um acidente envolvendo várias viaturas e vítimas.

O exercício irá envolver as nove Corporações dos Bombeiros do Concelho de Sintra, Bombeiros de Alcabideche, GNR, Proteção Civil de Sintra e o Comando Distrital de Operações de Socorro de Lisboa.

Assim sendo, qualquer chamada de socorro para este local, entre o período estabelecido para esta ação, deve ser validada com a central dos Bombeiros de S. Pedro de Sintra através do contacto: 219 249 600.

Image

Largo Dr. Virgílio Horta 
2714-501 Sintra

Telefone: 219 238 500
Fax: 219 238 657

Contactos úteis

Polícia Municipal
Tel.: 219 107 210 / 219 107 220

Bombeiros Voluntários do Concelho de Sintra
CLIQUE AQUI

Guarda Nacional Republicana
Tel.: 217 653 240

Polícia de Segurança Pública
Tel.: 219 198 630
Image
Image
Image