Novas linhas de apoio para vítimas de violência doméstica

O estado de emergência e o isolamento social levou ao confinamento no mesmo espaço de vítimas e agressores. Para fazer face a esta nova realidade foram criadas novas formas de comunicação para denunciar atos de violência.

Se é vítima ou conhece quem seja, poderá ligar para o número 800 202 148. Esta linha telefónica irá facultar informação e dir-lhe-á o que pode fazer e quais os apoios mais próximos de si. Pode também enviar uma mensagem escrita para o número 3060.

Se sentir que a sua vida está em risco não hesite em ligar para o 112.

Os números disponibilizados são gratuitos e funcionam todos os dias, 24 horas por dia.

Pode ainda optar por enviar um e-mail para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., este endereço foi criado para que possa dar lugar às suas questões, enviar pedidos de apoio e de suporte emocional.

Mantenha ao seu alcance os números para os quais deve ligar, memorize no telemóvel ou, se não for seguro, tente memorizar. Além dos números de telefone mencionados, existem outros a que pode recorrer:

 

  • 116 006 – Linha da APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima
  • 116 111 – Linha SOS Criança, que deverá ensinar se tiver crianças
  • 144 – Linha de Emergência Social

 

A Violência Doméstica é um crime público, o que significa que para um procedimento criminal, qualquer pessoa pode denunciar. Fique atento a sinais de violência e na dúvida, ligue.