Notícias

Aviso amarelo para tempo quente

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera - IPMA, colocou Lisboa em aviso amarelo para tempo quente entra as 10h00 de dia 21 de agosto e as 05h00 de dia 22 de agosto de 2019.

Como atuar:
☀️ Mantenha-se hidratado.
☀️ Esteja atento a pessoas mais vulneráveis, especialmente crianças e idosos.
☀️ Procure locais frescos ou com ar condicionado.
☀️ Evite esforços físicos.
☀️ Escolha as horas de menor calor para viajar de carro.

Para mais informações e auxílio em situações de emergência contactar o Serviço Municipal de Proteção Civil de Sintra através do número de telefone 800 21 11 13.

Ministro da Administração Interna coloca Proteção Civil em Situação de Alerta

A Proteção Civil de Sintra, a par com os outros municípios do país, foi colocada em Situação de Alerta pelo Ministro da Administração Interna, através da emissão de despacho nos termos dos artigos 8.º e 9.º da Lei das Bases da Proteção Civil, entre as 23h59 do dia 9 de agosto e as 23h59 do dia 21 de agosto de 2019.

A Situação de Alerta foi declarada no seguimento da declaração de crise energética face à suscetibilidade de serem afetados bens serviços absolutamente essenciais à população.

Neste sentido eleva-se  o  grau  de  prontidão  e  resposta  operacional  de  todos  os  agentes  de proteção civil para operações de proteção e socorro e de assistência, face a setores da  população  mais  vulneráveis, bem  como  outros  seres  vivos,  suscetíveis  de  serem  afetados pela carência de combustível;

Durante a Situação de Alerta a ANEPC - Autoridade Naional de Emergência e Proteção Civil, fica autorizada a convocar:

1. As  entidades  do  terceiro  setor  para  operações  de  assistência,  sempre  que  sejam  identificadas  situações  suscetíveis  de  afetação  de  bens  essenciais  imprescindíveis  às  condições de vida de pessoas e de outros seres vivos;  

2. Trabalhadores dos setores público e privado que estejam habilitados com carta de condução de veículos pesados com averbamento de todas as classes de ADR, 

bem como os agentes de proteção civil habilitados à condução de veículos pesados, salvaguardadas que estejam as condições de segurança das operações de transfega; 

3. Representantes das empresas e os trabalhadores dos setores público e privado que  estejam habilitados a apoiar as operações de abastecimento de combustíveis necessárias; 

A ANEPC fica ainda autorizada a requisitar os meios de transporte rodoviário, veículos de reboque e camiões‐guindaste habilitados a apoiar as operações necessárias

à garantia  da circulação e ao abastecimento de combustíveis existentes no setor privado.  

Durante o período de vigência da Declaração de Alerta, os cidadãos e as demais entidades têm o dever e a obrigação de colaboração, nomeadamente no  cumprimento 

de ordens e instruções dos órgãos e agentes responsáveis pela segurança interna e pela proteção civil e na pronta satisfação de solicitações que justificadamente 

lhes sejam feitas pelas entidades competentes. 

 

Consulte AQUI o despacho completo.

  

 

 

 

Povoação “Pé da Serra” incluída no programa "Aldeia Segura – Pessoas Segura"

Foi aprovada esta terça-feira em Reunião de Câmara, a inclusão da povoação “Pé da Serra” no programa "Aldeia Segura – Pessoas Seguras", no âmbito do protocolo de colaboração entre o Município de Sintra, a Freguesia de Colares e a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Almoçageme assinado a 6 de julho de 2018.

Este programa, promovido pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, foi implementado pela Autarquia no ano anterior, nas povoações de Azóia, Atalaia, Ulgueira, Almoçageme, Casas Novas e Penedo, Banzão, Mucifal, Colares, Vinagre, Eugaria e Gigaroz, localizadas na freguesia de Colares.

Basílio Horta lembra que “o programa tem como objetivo incentivar a consciência coletiva de que a proteção é uma responsabilidade de todos”, sublinhando que “esta medida surgiu no âmbito das estratégias de proteção das localidades sintrenses, face a incêndios rurais e da sensibilização as populações para a adoção de práticas que minimizem o risco de incêndio”.

O programa "Aldeia Segura – Pessoas Seguras" procura garantir uma maior proteção das aldeias em caso de incêndio, protegendo os aglomerados populacionais face a incêndios rurais e promovendo os procedimentos a adotar em necessidade de evacuação.

Informação sobre as Aldeias Seguras de Sintra em www.aldeiassegurasdesintra.pt e https://www.facebook.com/aldeiassegurasdesintra/

Subida da temperatura com risco de incêndio rural

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera – IPMA, face à subida gradual da temperatura máxima e à diminuição da humidade relativa, prevê a manutenção do agravamento do risco de incêndio para os dias 22 e 23 de julho até às 23h59.

Considerando esta previsão meteorológica, espera-se tempo seco com condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios rurais.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil – ANEPC, recomenda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente através da adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, na utilização do fogo em espaços rurais, observando as restrições em vigor e tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio para os próximos dias, disponível junto dos sítios da internet da ANEPC e do IPMA, junto dos Gabinetes Técnicos Florestais das Câmaras Municipais e dos Corpos de Bombeiros.

Para mais informações e auxílio em situações de emergência contactar o Serviço Municipal de Proteção Civil de Sintra através do número de telefone 800 21 11 13.

 

Condições atmosféricas adversas com vento forte

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera – IPMA, colocou Lisboa em alerta amarelo para condições atmosféricas adversas com vento forte das 12h00 às 21h00, de dia 17 de julho.

Prevêem-se rajadas de vento forte que poderão atingir 75 km/hora, em especial na faixa costeira e nas serras.

Recomenda-se a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação atual:

- Tenha em conta os objetos que possam cair, nomeadamente em varandas, estendais, etc., coloque os em segurança;

- Evite ficar próximo a precipícios, encostas ou lugares altos sem proteção;

- Trabalhadores em andaimes devem redobrar os cuidados e verificar com atenção a fixação das amarrações e dos encaixes metálicos;

- Evite passar sob cabos elétricos, outdoors, andaimes, escadas, estruturas que não transmitem segurança etc.

- Não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda;

- Não se abrigue debaixo de árvores ou coberturas metálicas frágeis.

Para mais informações e auxílio em situações de emergência contactar o Serviço Municipal de Proteção Civil de Sintra através do número de telefone 800 21 11 13.

 

 

Sintra associa-se ao programa GelAvista

Durante a época balnear, que decorre de 15 de junho a 15 de setembro, existe a possibilidade de com ela surgirem nas águas costeiras determinadas espécies marinhas, Sintra quis associar-se aos outros municípios na divulgação do Programa GelAvista.

Este programa foi iniciado em 2016 e tem por objetivo realizar a monitorização de organismos gelatinosos da costa portuguesa do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Pretende envolver a comunidade no desenvolvimento da ciência, colmatando assim a falta de conhecimento sobre estes organismos gelatinoso, bem como educar e alertar os veraneantes para a provável ocorrência destes organismos na costa, procedendo ainda à recolha de informação vital necessária para o estudo dos ecossistemas marinhos.

Para mais informações sobre o programa consulte o site http://gelavista.ipma.pt/ ou envie um email para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Plano Municipal da Defesa da Floresta Contra Incêndios submetido à Assembleia Municipal

Foi aprovado em reunião pública de câmara a submissão a deliberação pela Assembleia Municipal do Plano Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios (PMDFCI 2019-2028).

O presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, referiu que “a Proteção Civil é a primeira tarefa do estado e uma responsabilidade direta das autarquias locais. É nossa prioridade garantir, defender e preservar a nossa Serra e todo o nosso Património”.

O Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios de Sintra, da responsabilidade da Comissão Municipal de Defesa da Floresta, tem como objetivo dotar o concelho de Sintra com um instrumento de apoio nas questões da Defesa da Floresta Contra Incêndios, nomeadamente, na gestão de infraestruturas, definição de zonas críticas, estabelecimento de prioridades de defesa, estabelecimento dos mecanismos e procedimentos de coordenação entre os vários intervenientes na Defesa da Floresta Contra Incêndios.

Em sintonia com as políticas nacionais e regionais, este plano municipal efetua uma análise da situação do concelho para servir de base ao planeamento de ações que suportem a política municipal de defesa da floresta contra incêndios, nomeadamente a criação das condições propícias para a redução progressiva dos incêndios florestais, e a preparação de um plano operacional contendo as medidas conducentes a minimizar os riscos que possam perigar a vida humana, o ambiente e os bens patrimoniais e particulares.

 

INFORMAÇÃO: PERÍMETRO DA SERRA DE SINTRA ENCERRADO

Interdição do trânsito nas vias municipais que integram o perímetro da Serra de Sintra desde as 00h00, do dia 31 de maio, até às 23h59, do dia 2 de junho de 2019.

A decisão surge na sequência do Alerta Laranja de perigo de incêndio rural, emitido para o Distrito de Lisboa pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

Continua a poder circular veículos de moradores e de empresas aí sediadas, transportes públicos de passageiros, veículos de socorro, de emergência e das entidades integrantes do Sistema Municipal de Proteção Civil.

A Serra de Sintra integra uma região de proteção classificada de muito sensível ao risco de incêndio florestal, caraterizada por um elevado número de visitantes. Torna-se assim fundamental acautelar a sua proteção, manutenção e conservação considerados objetivos do interesse público, de âmbito mundial, nacional e municipal.

Mapa dos locais de interdição http://bit.ly/interdicaoserrasintra (em atualização)

Despacho n.º 32 P/2019 - Presidente da Câmara Municipal de Sintra

Veja AQUI o folheto informativo.

Aviso – Temperatura elevada com perigo de incêndio rural

De acordo com Aviso à População, emitido pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil - ANEPC, na sequência da informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), prevê-se para os próximos dias continuação de tempo quente e seco. 

A ANEPC, colocou Lisboa em alerta laranja para a persistência de valores elevados da temperatura máxima entre as 00h00, de dia 31 de maio, e as 23h59 de dia 2 de junho. 

Este cenário meteorológico irá traduzir-se num aumento dos índices de risco de incêndio, entre sexta-feira e domingo, com condições favoráveis à rápida propagação de incêndios rurais.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil – NEPC, recomenda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente através da adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, na utilização do fogo em espaços rurais, observando as restrições em vigor e tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio para os próximos dias, disponível junto dos sítios da internet da ANEPC e do IPMA, junto dos Gabinetes Técnicos Florestais das Câmaras Municipais e dos Corpos de Bombeiros.

Para mais informações e auxílio em situações de emergência contactar o Serviço Municipal de Proteção Civil de Sintra através do número de telefone 800 21 11 13.

 

Image

Largo Dr. Virgílio Horta 
2714-501 Sintra

Telefone: 219 238 500
Fax: 219 238 657

Contactos úteis

Polícia Municipal
Tel.: 219 107 210 / 219 107 220

Bombeiros Voluntários do Concelho de Sintra
CLIQUE AQUI

Guarda Nacional Republicana
Tel.: 217 653 240

Polícia de Segurança Pública
Tel.: 219 198 630
Image