Notícias

Exercício de evacuação nas Aldeias Seguras de Sintra - Atalaia/Ulgueira e Azóia

No dia 13 de abril, às 15h30, nas aldeias de Atalaia/Ulgueira e Azóia, o exercício de evacuação da população no âmbito do Programa “Aldeia Segura-Pessoas Seguras”.

 

 

 

Aviso laranja para o distrito de Lisboa devido a agitação marítima

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) coloca sob aviso laranja o Distrito de Lisboa para agitação marítima, dia 06 de abril, sábado, das 06h00 às 15h00, com ondas de noroeste com 5 a 7 metros, podendo atingir 10 a 12 metros de altura máxima.

Devem ser tomadas as medidas de prevenção e proteção seguintes:

- Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a inundações rápidas;

- Não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar, evitando ainda o estacionamento de veículos na orla marítima;

- Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

Para mais informações e auxílio em situações de emergência contactar o Serviço Municipal de Proteção Civil de Sintra através do número de telefone 800 21 11 13.

ADIADO PARA DIA 27 DE ABRIL - Exercício de evacuação nas Aldeias Seguras de Sintra – Eugaria e Gigaroz

Devido às condições atmosféricas, foi adiado para dia 27 de abril, às 15h30, nas aldeias de Eugaria e Gigaroz, o exercício de evacuação da população no âmbito do Programa “Aldeia Segura-Pessoas Seguras”.

Este exercício é o primeiro de quatro, e irá pôr em prática os procedimentos a adotar em caso de incêndio na envolvente das referidas aldeias, tais como:

  • Mecanismos de ativação da Guarda Nacional Republicana (GNR) que irá coordenar a evacuação em colaboração com a Policia Municipal;
  • As ações dos Oficiais de Segurança, na identificação da população mais vulnerável;
  • A articulação com os donos dos abrigos, que disponibilizaram os locais de abrigo para a população (Quinta do Carmo e Quinta do Vinagre);
  • Testar os mecanismos de aviso à população: A sirene do corpo de Bombeiros de Colares.

O evento terá inicio com a realização de uma queima de resíduos de limpeza florestal, que se descontrola, da qual se desenvolve um incêndio que é prontamente combatido pelos Corpos de Bombeiros de Colares e de Almoçageme, apoiados pelos Corpos de Bombeiros de São Pedro de Sintra e de Sintra.

Pretende-se incentivar a consciência coletiva de que a Proteção Civil é uma responsabilidade de todos.  

 

Agravamento das condições meteorológicas propícias a incêndios rurais

Foi determinado pelo Governo, a passagem à situação de ALERTA NACIONAL entre os dias 27 e 31 de Março de 2019, data até à qual está proibida qualquer queima e/ou queimada em todos os distritos de Portugal Continental!

Este alerta deve-se ao elevado risco de incêndio, bem como ao agravar das condições meteorológicas propícias ao desenvolvimento de grandes incêndios rurais.

As previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio florestal no território do Continente, e considerando a decisão da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, que determinou a passagem do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais ao Estado de Alerta Especial Amarelo em todos os distritos, os Ministros da Administração Interna e da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural assinaram hoje o Despacho que determina a Declaração da Situação de Alerta.

No âmbito da Declaração da Situação de Alerta, prevista na Lei de Bases de Proteção Civil, serão implementas as seguintes medidas de caráter excecional:

  • Elevação do grau de prontidão e resposta operacional por parte da GNR e da PSP, com reforço de meios para operações de vigilância, fiscalização, patrulhamentos dissuasores de comportamentos de risco e de apoio geral às operações de proteção e socorro que possam vir a ser desencadeadas;
  • Proibição da realização de queimadas, de queimas de sobrantes de explorações agrícolas e florestais e de ações de gestão de combustível com recurso à utilização de fogo;
  • Dispensa dos trabalhadores dos setores público e privado que desempenhem cumulativamente as funções de bombeiro voluntário, nos termos do artigo 26.º do Decreto-Lei n.º 241/2007;
  • A Situação de Alerta abrange todos os distritos do Continente entre as 00h00 do dia 27 de março e as 23h59 do dia 31 de março.

O Governo acompanha em permanência o evoluir da situação operacional e apela aos cidadãos para que adequem os seus comportamentos ao quadro meteorológico que tem sido amplamente divulgado. 

Em caso de incêndio ligue 112.
Saiba mais em: http://bit.ly/alertanacional

Regulamento de Gestão do Arvoredo do Município de Sintra aprovado pela autarquia

O Regulamento de Gestão do Arvoredo do Município de Sintra, aprovado esta terça-feira, em reunião de Câmara, visa promover e sistematizar as diversas intervenções quanto ao planeamento, implantação, gestão e manutenção do arvoredo urbano. 

Este regulamento surge da necessidade de compatibilizar as espécies arbóreas com as condições exigíveis de iluminação e segurança dos edifícios, designadamente quanto ao adequado distanciamento das árvores aos edifícios, bem como precaver uma correta articulação da arborização com as infraestruturas alojadas no subsolo e elementos instalados na sua projeção vertical, existentes e propostos, através de uma correta seleção de espécies arbóreas, designadamente quanto às suas raízes e copas.

“Com este regulamento vai ter-se uma adequada gestão e qualificação do espaço público, mantendo os objetivos estratégicos do município no que diz respeito ao desenvolvimento sustentável, bem-estar e qualidade de vida dos seus habitantes, em termos de ambiente, mobilidade e lazer”, referiu o presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta.

Perigo de Incêndio Rural mantém-se até dia 27 de março

Prevê-se a partir dia 25 de março, às 16h00, até às 23h59 de dia 27 de março, perigo de incêndio rural, com valores meteorológicos acima do habitual para esta época do ano.

A previsão do quadro meteorológico para os próximos dias caracterizado por tempo seco e aumento gradual da intensidade do vento, previsivelmente até à próxima quarta-feira.

Em função da previsão da evolução das condições meteorológicas é expectável valores de temperatura máxima acima do que é normal para a época do ano e o vento será moderado do quadrante leste, soprando com rajadas com permanência de condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios.

Veja AQUI o AVISO da Proteção Civil, onde constam cuidados a ter.

Riscos de incêndio até dia 26 de março

De acordo com a informação disponibilizada pelo IPMA, prevê-se a partir de dia 23 de março uma subida gradual da temperatura máxima até 26 de março (terça-feira ), com valores de acima do habitual para esta época do ano.

Estamos assim perante o risco de aumento de índices de risco de incêndio, entre sábado e segunda-feira com condições favoráveis à rápida propagação de incêndios.

Veja AQUI o AVISO da Proteção Civil, onde constam cuidados a ter.

Dia da árvore e chegada da Primavera celebrados de Mãos na Serra

A Câmara Municipal de Sintra celebra a chegada da Primavera e o Dia da Árvore com as escolas do concelho de Mãos na Serra. 

Comissão Municipal de Proteção Civil realiza 1.ª Reunião Extraordinária

A Câmara Municipal de Sintra realizou no dia 15 de março, no Palácio de Valenças, a 1.ª Reunião Extraordinária da Comissão Municipal de Proteção Civil.

A Comissão Municipal de Proteção Civil, órgão presidido pelo Presidente da Autarquia, e que assegura que todas as entidades e instituições de âmbito municipal imprescindíveis às operações de proteção e socorro, emergência e assistência previsíveis ou decorrentes de acidente grave ou catástrofe se articulam entre si, garantindo os meios considerados adequados à gestão da ocorrência em cada caso concreto.

Neste contexto, Basílio Horta, referiu “que a Proteção Civil é a primeira tarefa do estado e uma responsabilidade direta das autarquias locais, Câmara Municipais, e uma prioridade quanto à defesa da floresta, garantir e preservar de forma ampla e perante a UNESCO”.  

Em Sintra “temos os corpos de bombeiros bem preparados, com total conhecimento da serra conseguiram controlar o fogo do último ano e salvar o património que é de todos” ressalvando que em Sintra a “prevenção e o trabalho em rede – bombeiros, forças armadas, Parques de Sintra, são fundamentais no âmbito das Aldeias Seguras, protegendo as pessoas e as suas famílias.”

O ponto alto da reunião contou com aprovação da emissão de parecer à revisão do Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Sintra, com o posterior envio à ANPC – Autoridade Nacional de Proteção Civil para aprovação do Plano.

Este Plano consiste no documento formal no qual as autoridades de Proteção Civil, nos seus diversos níveis, definem as orientações relativamente ao modo de atuação dos vários organismos, serviços e estruturas a empenhar em operações de Proteção Civil” .

Image

Largo Dr. Virgílio Horta 
2714-501 Sintra

Telefone: 219 238 500
Fax: 219 238 657

Contactos úteis

Polícia Municipal
Tel.: 219 107 210 / 219 107 220

Bombeiros Voluntários do Concelho de Sintra
CLIQUE AQUI

Guarda Nacional Republicana
Tel.: 217 653 240

Polícia de Segurança Pública
Tel.: 219 198 630
Image